Onde ficar em Nova Iorque é uma das perguntas mais difíceis de responder quando você começa a organizar sua viagem para uma das cidades mais bacanas desse planeta. Definitivamente, escolher hotel em Nova Iorque não é uma tarefa fácil. Como foi minha terceira vez na cidade, queria ficar longe do burburinho da Times Square e escolhi ficar ao sul, em Lower Manhattan, no incrível The Greenwich Hotel. O hotel membro da luxuosa rede Leading Hotels fica em Tribeca, ao lado do descolado bairro Soho e a alguns passos do Centro Financeiro de NY. Foi ali que a cidade começou e também foi o bairro que mais se transformou após a queda das Torres Gêmeas.O lobby do hotel

O bairro por si só já renderia uma viagem de dias para explorá-lo como se deve. Muitos restaurantes bacanas, como o badalado Locanda Verde no térreo do The Greenwich Hotel, lojinhas diferentes, o famoso Eataly, One Word Trade Center e delicioso Battery Park bem pertinho. Para quem ainda não conhece a cidade e pretende bater ponto nos locais turísticos, o hotel fica próximo há duas estações de metro (Fulton Center e a estação World Trade Center do PATH) para te levar para todos os cantos da ilha.

Além da localização maravilhosa, o hotel é um espetáculo. Atendimento nota 1000, decoração estilosa desde o lobby até a academia (nunca vi mais linda), um spa de tirar o fôlego e super confortável.

No quarto, conforto e estilo não faltam.Arrumação já após a abertura de cama!No cantinho do escritório, um tablet para o hóspede utilizar e na primeira prateleira uma cestinha com várias guloseimas para comer à vontade (sem custo). Tinha de tudo! Cookies, mix de castanhas, pipoca, torrone e em cima da mesa de centro um pote recheado de bombons com reposição duas vezes ao dia. Foi difícil resistir a essas delícias rsss.O banheiro era lindo! Com amenidades que iam além das básicas para mimar o hóspede, como sachês de vitaminas, minerais e antixidantes e hidratante labial. Tudo para te proteger dos efeitos colaterais do inverno rigoroso de Nova Iorque.  Eu divando na banheira rss. Após de um dia caminhando 12km na cidade com temperatura negativa, nada melhor q um banho de banheira quentinho…

No frigobar as bebidas parecem ser escolhidas a dedo para quem consome álcool e também para quem não consome. Todas as bebidas não alcoólicas – sucos, café gelado, água, chá, águas com sabor, refrigerante – são sem custo (no bom carioquês, “de grátis”).O spa localizado no subsolo era um luxo só. Massagens (cobradas a parte), água aromatizada, chá quentinho, mix de nuts e essa piscina aquecida te esperando após um dia cansativo. Eu já chegava da rua e não subia para o quarto. Ficava por ali relaxando com um bom chá e música tranquila. Fiquei apaixonada por esse cantinho do hotel!

A academia não fugiu do estilo do hotel. Aparelho modernos e toda de madeira. Ok ok! Eu sei que chão de madeira não funciona numa academia de grande circulação, mas para um hotel pequeno, super funciona e ainda deixa o espaço bem aconchegante. Já escrevi acima, mas preciso repetir com todas as letras: essa é a academia mais bonita que já malhei! Acordava e já descia para treinar. Um ambiente bonito sempre dá um ajudinha na força de vontade hehehe.

Eu não como nada antes do treino, mas para quem come sempre tem uma mesa com frutas e água. No SPA (ao lado da academia) também tinha castanhas e damasco. Ou seja, um lanchinho bem completo!Sem fotos não há provas rss, então, olha eu aí malhando. Fui todos os dias!

Eu e Conde Nasté Traveler super indicamos o The Greenwich Hotel. Um hotel incrível que fará sua viagem a Nova Iorque ainda mais inesquecível!

The Greenwich Hotel

www.thegreenwichhotel.com

377 Greenwich St, New York, NY 10013.

Para checar valores, disponibilidade e fazer reservas on line, clique AQUI