Vou abrir os posts sobre minha viagem a Los Roques (2012) descrevendo porque decidi passar uns dias de férias nesse paraíso perdido. Estava no meio da obra da minha casa nova e se aproximava nosso período de férias… Não queria pensar em roteiro ou no que fazer nessa viagem. Pensei num local tranquilo, relax para acordar sem desespero, sem compras (difícil rss) e perto do Brasil (ou até mesmo no Brasil) para ter o mínimo de trabalho possível para organizar a viagem. Afinal, trabalhar e conduzir uma obra, mesmo com apoio de bons profissionais (um beijo na arquiteta linda Carol Mendonça e saudações para o empreiteiro – valeu Seu João), não é moleza. Estava exausta fisica e mentalmente! 
Abri o Viaje na Viagem, meu site favorito de viagens, do querido Ricardo Freire em busca de inspiração e logo vi uma boia vagando por um cenário azul incrível. Descobri que o paraíso da foto chamava se Los Roques e fui atrás de informações. Assim que comecei a ler sobre o destino, bati o martelo: é pra lá que eu vou!
Também encontrei “a boia” por lá…
Los Roques era exatamente o que eu havia lido. Um lugar rústico, bem estilo “lost” com praias desertas e lindíssimas. Um paraíso! Se você, assim como eu, não manja nada sobre kite surf não existe nada para fazer por lá. O lazer se resume a curtir a ilha (muitas vezes deserta – ô delícia rss), uma boa companhia, jogar frescobol (comprei lá – meu exercício diário), fazer snorkeling (levei meu equipamento) ou simplesmente passar o dia num culto ao nada.
O barco nos deixava na praia, montava a barraca, colocava as cadeiras, nosso cooler lotado de comidas e bebidas na sombra (vou falar dele no próximo post) e marcava um horário à tarde para nos buscar. Como fui fora de temporada, a praia era praticamente nossa. Ver o barqueiro indo e meu celular sem cobertura para pedir socorro dava um frio danado. Por isso, paguei um pouco mais caro (mas nada absurdo) e fiz todos os passeios pela pousada. Assim, várias pessoas sabiam nosso destino que mudava a cada dia. Como diz minha mãe: o seguro morreu de velho! Mas fique tranquilo, o barco volta. E retorna pontualmente no horário combinado!
As fotos falam melhor que as palavras. Curtam esse paraíso comigo!
Krasqui
Careneiros
Franciski
Franciski
Careneiros
  Um mar de conchas
Sarqui
Passei 8 dias tentando contar os tons de azul de cada ilha mágica, sem me preocupar absolutamente com nada. Apenas curtindo aquele paraíso com meu esposo. Quem está ou tem essa vibe natureza e procura um lugar lindo sem agito ou grandes resorts, compre já sua passagem de avião para Los Roques. O lugar é deslumbrante!
No próximo post vou falar sobre onde ficar e porque escolhi (e não me arrependi) a Pousada Acuarela para curtir meus dias em Los Roques. 
Já foi a Los Roques? Tem dicas? Compartilhe conosco nos comentário abaixo sua experiência!
Nunca foi, mas pretende ir. Tem dúvidas? Deixe um recado para trocarmos informação.
Bjs bjs