Amantes de jazz, a dica hoje é especialmente para vocês! O Jazz Bistrô em Toronto, localizado próximo a estação de metrô Dundas, é uma casa de jazz com um cardápio musical extenso. Trios, quartetos, quintetos, blues e música boa rola por lá. O lugar escurinho é para ouvir uma música bacana, beber e comer bem. Não rola conversar! Eu curto muito esse tipo de programa, apesar de não entender nada de música. O entendedor oficial, Rodrigo, amou o lugar, a qualidade do som, a banda, tudo impecável!onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-viagem (1)

Posso não ser expert em música, mas a comida é minha praia. E agora vamos falar do que interessa, da comida. Afinal, ficar horas sentado pede uma boa comida. Não sou fã de belisco (teria que pedir todas as entradinhas do cardápio para ficar satisfeita #magali), então, decidimos jantar ao som de jazz. Decisão acertadíssima, pois o jantar foi delicioso.

Assim que pedimos os pratos, o garçom nos serviu pãezinhos. Eu provei apenas um que parecia um pão de queijo e estava bem (diga beeem) gostoso. Deixei os outros para o Rodrigo e pulei logo para minha salada que chegou bem rápido.onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi (6)A salada era simples com um queijo de cabra (CAD 16) que huuuummmm. Espetacular! Sem falar nas semente de romã que deram um toque croc croc bacanudo no prato.

onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi (4)Rodrigo pediu uma entradinha com camarões grelhado e tomate seco (CAD13). Houve furto, claro. Muito bom!

onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi (5)A estrela da noite, desculpe a banda de jazz, foi essa prato super farto (and maravilhoso) de mix de frutos do mar grelhado. (CAD 38). O prato veio tão, mas tão bem servido que alimentaria fácil duas pessoas. Então, já sabe, se for jantar no Jazz Bistrô pode pedir apenas um prato dessa para um casal.

onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi (2)Como vocês já conhecem meu carnívoro, ele escolheu um New York Sirilon (CAD 38) com pimenta de Madagascar com legumes. Achei chic esse lance da pimenta e mais chic ainda porque tenho uma baunilha de Madagascar em casa. “Me senti” hahaha.

onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi (3)Depois do prato principal, ainda ficamos uns 2h ali curtindo a boa música…

Finalizamos nossa noite com um belo cheesecake de limão (CAD 12) que dividimos com arrependimento. Na primeira garfada a coisa estava tão boa que rolou uma vontade de pedir um para cada. Nos comportamos e compartilhamos meio a meio essa maravilha.onde-comer-toronto-dicas-roteiro-canada-viagem-jazz-where-eat-melhores-restaurantes-best-restaurant-menu-vi

Para quem curte música boa, o Jazz Bistrô imperdível.

Fizemos reserva pelo telefone e recomendo que você também reserve. Fomos dia de semana e meia hora depois da nossa chegada a casa já estava lotada. Os ingresso custam em torno de 15 dólares canadenses.

Jazz Bistro – Toronto – Canada

Confira o calendário de show no site da casa.

www.jazzbistro.ca