Escolher restaurante em São Paulo é como escolher apenas uma roupa como destaque da São Paulo Fashion Week rss. Missão impossível!
Já havia tido o privilégio de conhecer o Cantaloup no casamento de uma amiga do meu esposo (foi uma festa incrível comida boa e muita animação) e fiquei curiosa para experimentar o restaurante em um dia “normal”.
O ambiente é lindo, super sofisticado, mas com um tcham moderno e contemporâneo. Depois de admirar os belíssimos quadros de Ancar Barcalla, fui “estudar” o cardápio.
  Fonte: internet
O Cantaloup também tem uma varanda super gostosa à céu aberto. A cerimônia do casamento foi nesse espaço. Ficou um espetáculo a decoração!
Eu já tinha escolhido meus pratos, mas o garçom nos sugeriu o menu surpresa. Meus olhos brilharam rsss. Gosto de surpresa, mas sempre fico tensa. Afinal, sempre tenho o controle da minha alimentação.Como eram 3 pratos, resolvi abrir mão do concreto e me lancei no menu degustação surpresa. 

O chef  educadamente veio à mesa para saber se tínhamos alguma restrição. Respondi: restrição não, mas tenho uma exigência!!! Quero começar a refeição com um prato de salada de folhas. Ele estranhou, obedeceu. Para ele soou estranho, então melhor não contrariar. Salada de folhas não faz parte do menu degustação, mas como os pratos na alta gastronomia não são ricos em fibras é fundamental comer uma salada para garantir uma absorção mais lenta de toda a refeição!

Pedido atendido, recebi meu mix de folhas orgânicas com carpaccio de abobrinha.
Em seguida, com camarão com gnocchi de milho verde e polvo, tomate sweete grape e vinagrete. O paladar do gnocchi era super leve e delicado. O polvo estava no ponto perfeito! Nossa, indescritível de bom!!!
A pescada cambucú com fundo de alcachofra ao molho de limão cravo deu sequência ao menu. Gente, que peixe é esse!?!? Nunca havia comido. Maravilhoso!!!  O macarrão estava bom, massa fresca, mas só provei. Preferi guardar minha cota de carboidrato para a sobremesa #nãosouboba!#
Para finalizar os salgados… Ops! Veio prato demais. Avisei ao garçom, mas ele disse que estava ok. Carré de cordeiro com shitake grelhado e mini legumes glaceados com aroma de trufa negra. Morri! Os melhores legumes que já comi na vida. Tenho certeza que o chef fez os legumes para me agradar 😉 O cordeiro também estava mara. Como já estava satisfeita comi apenas uns pedacinhos com menos gordura aparente e todos os legumes. A carne do cordeiro é a uma ótima fonte de carnitina. A carnitina facilita a entrada do gliacil na mitocôndria para ser oxidada, que é super bom para o processo de emagrecimento. Mas no dia a dia escolha as partes mais magras! Só escrevi as qualidades para vocês observarem que sempre na comida de verdade existirá algo de bom. Diferente do junk food. Aquele monte de tranqueira! Vamos deixar o lado científico de lado e voltar à comida. A trufa negra foi um mimo do chef. Thanks!Amei!
Para encerrar o banquete… dacquase de avelã com crocante e parfait de avelã, maçã caramelada, calda de cacau e tuile crocante. Morri!!! Nem preciso dizer que além de linda estava divina. A flor de sal dá um toque super especial em doces. Amoo!
O Cantaloup tem uma atmosfera bem tranquila. Um clima super agradável! A equipe é super bem entrosada. É lindo ver os garçons bailando pelo salão! Não é por acaso que o restaurante é um clássico de São Paulo e foi super bem recomendado por amigos que entendem do assunto. 
Que o sucesso continue para que eu possa voltar muitas e muitas vezes!!!

Sobre Menu Degustação…
Jantares como esse são ponto fora da curva num estilo de vida saudável. Mas o equilíbrio entre corpo e mente está justamente em saber onde e quando abrir mão. O que nos faz saudável é nossa rotina, é nosso dia a dia e não exceções. Amo comer bem e me permito algumas poucas vezes ao ano quando realmente vale a pena. Não comi nenhum prato por completo, o menu de 4 pratos veio com quantidades super ultra mega bem servidas. Bem diferente dos menus de 7 e 9 pratos que são realmente degustação.
Apesar de falar de algumas propriedades funcionais dos alimentos, cabe lembrar que a alta gastronomia quase sempre ultrapassa a quantidade de energia, carboidrato e gorduras do plano alimentar da maior parte da população. Sendo assim, algumas dicas são válidas para a liberdade não virar libertinagem:
1) O menu degustação é maravilhoso, mas deve ser algo pouco frequente. Para o dia-a-dia (incluindo finais de semana) opte por pratos avulsos do cardápio. Coma uma salada de entrada ou carpaccio e um prato principal. Deixe a sobremesa para momentos especiais!
2) O melhor horário de fazer menu degustação é de dia, no almoço. À noite nosso metabolismo fica mais lento e nosso corpo fica mais eficiente em acumular energia extra sob forma de gordura. Se puder escolher, vá no almoço!
2) Pule o pão do couvert. Já terá carboidrato demais nos pratos!
3) O café ou chá em geral vem com uma bandeja cheia petit four. Esses mimos cheios de açúcar e farinha de trigo podem ser dispensados. Afinal, você já se deliciou com a sobremesa!
Delicie-se com cada etapa. Seja fiel a sua alimentação durante a semana para comer sem peso na consciência. Comer é um prazer e equilíbrio é uma arte! 
Cantaloup – R. Manuel Guedes, 474 – Itaim Bibi – São Paulo