Comi muito bem em Chicago! Tudo culpa da amiga Carolina que em apenas um ano morando na cidade já conhece os melhores restaurantes. Não me dei nem ao trabalho de colocar no google: onde comer em Chicago. Nunca fiz uma viagem na vida sem usar essas palavras chave rs.

O Girl and The Goat é daqueles restaurantes badalados com o foco em mini porções para compartilhar. É preciso reservar com certa antecedência ou ter paciência de esperar longas horas na fila. Como somos do primeiro time, Carol e Daniel (seu esposo) fizeram reserva algumas semanas antes.

O restaurante é todo de madeira, escurinho e o som um pouco mais alto que eu gostaria. Apesar de preferir uma música bem baixinha, a comida e a companhia estavam tão boas que esse detalhe barulhento não atrapalhou em nada nosso jantar. Coisas da idade rss.

Enquanto definíamos os inúmeros pratos, pedimos um brioche quentinho adocicado de cebola com cream cheese de salmão (USD 5). Em seguida, comi a bruschetta a mais gostosa do (meu) mundo. Uma combinação surreal de lula, maçã verde e ricota de cabra (USD 17) num pão crocante. Lula não é minha paixão, mas esse foi sem dúvida o prato destaque da noite. Traduzindo, tem que pedir!A quinoa também estava incrível. Sim, eles conseguiram fazer isso com uma quinoa hahaha. Ok, você pode até achar que sou suspeita (e sou mesmo rs), mas Carol e Daniel também curtiram com força o tabule de quinoa com queijo feta, vinagrete de tahine, sementes de romã, muitos temperinhos bons e cubos de grão de bico (USD 13). Mais um pouco da decoração!A vantagem dos pratos pequenos é a chance de provar metade do cardápio. Adorooo! Seguimos com um mexilhão, cubos de abóbora, um caldinho mais maravilhoso da vida e croutons de pãozinho com linguiça (USD16). Eles comeram o prato e eu fiquei tomando o caldinho como uma sopa. Bom demais!

O último prato foi uma carne short ribs (USA 16) na qual colocamos maior expectativa e foi a comida mais normal da noite. Bom, macio, bem executado, mas sem nada surpreendente. Se você é ousado, prefira os outros pratos. Mas quem faz parte do time que não curte sabores novo, será uma grande pedida.

A sugestão do restaurante são 3 pratos por pessoa. Éramos três na mesa e achamos o pão de entrada + 4 pratos suficiente. Pode ser sido pelo fato de termos jantado super tarde (nossa reserva era ás 22:30h). Se fosse mais cedo calcularia dois pratos por pessoa! E se você é bom de boca (como diz o popular), pode colocar como verdade a sugestão do restaurante.

Simplesmente amei o restaurante. Comida surpreendente e nada pretensiosa.

Quem curte experimentar novos sabores, pode colocar o Girl and The Goat na lista dos melhores locais para comer em Chicago. Imperdível!

Endereço: 809 W Randolph St, Chicago, IL 60607, EUA

www.girlandthegoat.com