Um achado! Poderia definir assim meu encontro com a Trattoria Vecchio Mercato em Firenze. Na minha primeira ida (fui umas 3 vezes) ao Il Mercato Central fiquei em dúvida se jantaria ou não no segundo piso do mercado e como ainda era cedo resolvi dar uma volta ali pertinho. Olhei 3 menus fixados na porta de cada restaurante e me encantei pelo Vecchio Mercato. Um menu super amplo, mas logo bati o olho que tinham várias opções que me agradavam.
Antes de falar da comida, vale falar do ambiente. Que graça! Começando pela varanda externa na qual é possível curtir descontraído do entra e sai do mercado central. Já estávamos na varanda quando o Rodrigo viu um piano e logo quis sentar na parte interna. Lindo!
Como de costume a cesta de pão chegou recheada de foccacia e pão italiano. O cheirinho estava uma maldade. Não comi o pão (pq já estava de má/boa intenção com a sobremesa hehehehe), mas Rodrigo se fartou da foccacia quentinha que, segundo ele, estava super macia. Pela cara e suspiros do marido tenho certeza que o pãozinho não estava como outro qualquer!
Já sentei pedindo um salada de entrada com frango (€ 12). Essa é uma dica que sempre passo aos pacientes: peça uma entrada de salada ou carpaccio assim que sentar no restaurante. Essa é a melhor forma de não ficar ali flertando com o pão cheiroso sem as mão (e a boca) por muito tempo. Pedi uma salada com frango que veio gigante!!!
Rodrigo escolheu uma sopa de tomate (€ 8)de entrada e acertou em cheio. A sopa estava incrível! Dividimos as entrada e me emocionei com o tempero da sopinha. Bem cremosa e perfumada. Gostosa demais!!!
Pausa para uma palhinha no piano! O garçom disse que toda segunda rola um jazz na casa. Portanto, se você curte música é um bom dia para comer bem e de quebra ouvir um som bacana.

Pulei o primeiro prato que seria uma massa (já falei aqui que estava de olho na sobremesa?!?!? hahaha) e fui direto ao que interessa: a proteína – o famoso segundo prato na Itália. Para variar o peixe, escolhi camarões jumbos ao pomodoro (€ 18). Gente, o melhor camarão que comi essa viagem. Disparado!!! Gigante e com um sabor maravilhoso! A foto não traz nem 1/3 o sabor dessa delícia.

Rodrigo não ficou atrás e pediu um bifão com trufas negras e creme de queijo (€ 30). De viver de tão bom!!! Sem falar no cheiro delicioso das trufas que ficou pelo ar. O bife veio enorme, então tirei umas (boas) lascas. Até agora estou na dúvida do que estava mais gostoso. Mas trufa é trufa né! Realça qualquer sabor!

Não bebemos vinho, mas acho super bacana quando um restaurante tem um rótulo próprio de vinho ou azeite.

Para finalizar, por sugestão do garçom pedimos um cheesecake (€ 8) para dividir (bem, compartilhar a sobremesa claro foi minha sugestão e não do garçom rsss). Quando a fatia chegou olhei meio triste… Tão simples… Mas logo na primeira garfada delirei de tão gostoso. Em geral, sobremesa não faz parte da minha vida, apenas nas minhas viagens, mas sei muito bem reconhecer um doce bem feito. Gente, não sei explicar o que era essa cheesecake! Espetacular! Tinha algum segredinho que difere do nosso cheesecake feito aqui no Brasil. Dividi com Rodrigo e fiquei com gostinho de quero mais… Que maRRavilha!!!

Anote a dica desse restaurante em Florença. É top demais!!!

Saí extasiada com a comida e o excelente serviço.

Trattoria Vecchio Mercato: www.vecchiomercato.it

Trattoria Vecchio Mercato – Florença – Toscana – Itália