Uma das coisas que mais curto na vida é comer (como se vocês ainda não tivessem percebido kkk). Enquanto alguns ficam felizes com as refeições incluídas na diária de um hotel, eu fico completamente tensa. Não pela falta de autocontrole, mas sim porque dificilmente um all inclusive consegue manter um alto padrão nas grandes refeições (almoço e jantar). 
No Le Touessrok o esquema é de meia pensão. Na diária está incluído café da manhã e jantar. Em uma cidade grande isso pode não ter muito peso, já que é fácil jantar ou almoçar em outro lugar, mas em um local onde tudo é distante e o táxi custa uma boa bufunfa é importante que você saiba bem como será a comida para não se arrepender e estragar sua viagem.
Em março quando estive nas Ilhas Maurício ainda não tinha o blog. Portanto, não captei foto de tudo nos mínimos detalhes. Mas vou explicar tim tim por tim tim das refeições incluídas para acalmar quem também tem essa pulga atrás da orelha.
Vamos começar pelo café da manhã (dos deuses). Sem dúvida, o maior buffet que já vi! O café da manhã é dividido em várias ilhas. A primeira, mais linda, a ilha de bebidas. Tem sucos prontos para quem não curte esperar (alô to de férias, sem pressa!) e uma super juicer e liquidificadores para fazer a mistura que você quiser com frutas frescas na hora. Claro que inventei um suco verde e deixei todos de cabelo em pé porque ninguém acreditava que eu estava pedido para colocar folhas no suco, mas conseguiram na cozinha uma maço de uma verdura tipo couve e fizeram meu suco. Foi divertido e claro, fiz todos eles provarem. Como eles estão acostumados a adicionar tomate e cenoura nos sucos, já amaram o suco verde de primeira.
Minha única ressalva nutricional é: cuidado com o suco feito pelo processador “juicer”. Os sucos ficam nutritivos, mas perdem as fibras no processo (ficam presas no coador), fazendo com que a absorção desse carboidrato seja muito rápido (em excesso aumenta a insulina e aumenta gordura abdominal). Portanto, tenha cuidado com a quantidade de frutas por copo. Acrescente água e gelo para diluir e conseguir fazer um copo de suco com menos fruta.
 Assim que escolhíamos o lugar, o garçom nos trazia o cardápio de bebidas quentes. Eu sempre escolhia um chá verde, enquanto o Rodrigo pedia um tipo de café diferente todos os dias.
Em outra ilha haviam frutas (todas as frutas locais), vários tipos de iogurtes, mil queijos e embutidos. Além disso, essas preparações fofas dos copinhos com um mix pronto de fruta com iogurte.
Há também uma ilha destinada apenas para os pães. Havia pães de todos os tipos (umas 10 variedades ou mais), waffle feito na hora e um mel puro incrível de bom. Além dos pães normais, havia uma caixa de madeira com pão sem glúten, que ficava fechada para evitar contaminação, para os hospedes com restrições. Acho extremamente gentil quando um hotel se preocupa com as eventuais restrições dos hóspedes. Assim não é preciso fazer pedidos especiais.
Eu não comi o pão sem gluten, porque sou uma apaixonada por croissant. Então dia sim, dia não, comia minhas mini delicias. Tinha mini e tinha maxi também. Para todos os gostos e barrigas hahahaha.

Para finalizar o café da manhã, havia uma ilha para preparo de ovos da forma desejada (pochê, omelete, frito,..) e um ladinho com legumes assados ou grelhados.
Como vocês podem perceber, o café da manhã era delicioso. Além das gordices, tinham muitas opções saudáveis. Quer saber como fazer um café da manhã saudável fora de casa? Clique AQUI (nesse o post explico como e porque fazer boas escolhas de manhã).
Jantar
O jantar também estava incluído. Como li que além do serviço de buffet o hotel também tinha mais 2 restaurantes (não inclusos) não grilei muito. Mas apesar de ser buffet, a comida era super gostosa. Muito boa mesmo com um atendimento impecável.
Todos os dias assim que escolhíamos onde sentar, era servido um carpaccio ou algo parecido + uma sopinha fria. Sempre delicioso! Como eu não curto muito comida crua, eu sempre começava a refeição pela salada que ficava numa ilha grande com vários ingredientes, frios e bons tipos de queijos (leia -se tentação rss). O serviço é espetacular. Sempre que saia do buffet para ir até a mesa havia um garçom para levar meu prato. Eu tinha medo que o garçom roubasse minha comida hahahaha, mas aceitava a gentileza. Não consegui levar meu prato até a mesa nenhum dia e olha que eu levanto umas três vezes no mínimo para me servir. Agora multiplica por uma semana! Staff afinadíssimo!
Depois da salada, sempre pegava um peixinho. Todos os dias tinha um tipo de peixe diferente e alguns frutos do mar. Todos grelhados na hora. Como não gosto que acrescente óleo e gosto de ter o controle da porção (não gosto de jogar comida fora), ia lá ver o rapaz fazer,. Para quem não curte ou tem vergonha de ficar levantando bastava solicitar seu pedido para o garçom e levava até a mesa. Serviço vip! 
Havia também uma ilha de massas (não provei, mas massa não tem erro né), um espaço grande de vegetais assados e grelhados e uma ilha enorme de comida chinesa preparada na hora.
Tudo uma delícia!!!!
Eu ficava super satisfeita com um saladão, legumes e peixe. E… deixava sempre um espacinho para a sobremesa. Gente, tinha uma ilha com uns 15 tipos de sobremesas diferente todos os dias. Como proceder?!?! Ah, comia um pedacinho aqui e ali afinal estava de férias. Não como doce no dia a dia, mas sim como nas férias sem culpa e sem vergonha.
Uma das 4 partes da ilha de sobremesa…
6 ou 7 tipos diferentes de sorvete todos os dias

Bolo super macio de chocolate…

Pudim… Linda a forma de servir né!

Também tinha um tipo de soufflé diferente todos os dias que era feito na hora. Só coisa boa rss!

Bem, eu amei o hotel, o restaurante, a comida, o serviço… Tudo.

Super aprovo e recomendo o Le Touessrok para curtir uns dias no paraíso!