No meu último pit stop em Bangkok me hospedei no hotel mais bem localizado da cidade, o Eastin Grand Sathorn Hotel. Uma ponte no terceiro andar liga o hotel ao metrô da cidade e numa cidade engarrafada como Bangkok a localização do hotel é fundamental para quem deseja desbravar os cantinhos da cidade com rapidez sem precisar perder horas dentro do táxi. O metrô funciona super bem: sinalização fácil, sem tumultos e ar condicionado potente. Primeiro mundo!
Confesso que a piscina infinita com vista incrível da cidade nas fotos que circulam pela internet me estigou tanto quanto a localização. Confira você mesmo se eu não tenho razão.

Sente a vista!!!

Existem vários tipos de quarto. Fiz reserva do mais básico e na hora do check in a atendente me ofereceu um up grade por um custo muito baixo. Perguntei a diferença entre os quartos em questão: senhora a  grande diferença é o tamanho e vista privilegiada do banheiro. Gente, e que banheiro!!!. Eu, uma fanática por banheiro de hotel, aceite e passei logo cartão rsss. Adoro! Afinal, somente nas férias consigo me arrumar com calma e curtir uma banheira quente no final do dia. Só de ter essa vista tomando banho valeu muito a pena!

Kit completo para os hóspedes: lâmina de barbear, escova e pasta de dente, sabonetes, cremes, linha, agulha, pente e afins.

Espaço kids com serviço de babá

O Eastin Grand Hotel tem 3 restaurantes. Um asiático (não experimentei), um buffet internacional (também não comi por lá apesar de ter achado bem atrativo) e um italiano chamado Luce escolhido  para nossos almoços nos dias que decidimos curtir a piscina do hotel de manhã. Italiano é daqueles restaurantes que não tem erro! Muitos veem comida italiana como um sinônimo de massa. Enquanto eu vejo excelentes frutos do mar. Antes de contar o que comi em dois dias que almocei por lá vou mostar o ambiente do restô para vocês viajarem comigo. Por aqui nada de clima de cantina, a decor é clássica e requintada. Bonitão né!?!?
Fiquei encantada com o porta azeite e balsâmico. Lindo demais! Nos potinhos 4 tipos de sal.

Mesmo com o calor de Bangkok, aproveitei o clima de montanha dentro do restaurante para pedir a sopa que mais amo nesse mundo: sopa de tomate!!! Nossa, maravilhosa. Viveria dessa maravilha!

Como ainda não tinha comida frango na viagem, dei uma chance para ele e me dei super bem ao escolher um frango com limão, cogumelos e espinafre. O frango veio super suculento e com um gostinho de limão misturado com um temperinho tailandês que fez toda diferença. Raramente peço frango eu restaurante e acertei em cheio!

Curti tanto o restaurante que não hesitei em almoçar lá outro dia repetindo a mesmo fórmula, mas dessa vez com uma sopa de couve flor que estava bem gostosinha, mas nada comparado a de tomate.

Para quem acha que exagerei quando disse que curti o frango… Olha ele aqui novamente! Dessa vez ele veio com mais molho. Como molhos são mais gordurosos, separei um pouquinho para o lado e fui feliz com o franguinho novamente. Rodrigo comeu uma massa carbonara linda de babar. Pena não ter registrado aquela lindeza de prato.

Para finalizar, chá de hortelã. Uma troca excelente para aquele cafezinho no final da refeição. Tão gostoso quanto o café, o chá de hortelã ainda auxilia a digestão.
Curti demais minha experiência no Eastin Grand Sathorn Hotel. 5 estrelas com serviço excelente e custo benefício $$$ muito bom. Restaurante italiano gostoso e café da manhã gigantesco (vou postar a seguir). Vale super a pena para quem busca conforto e boa localização em Bangkok.
Site: eastinhotelsresidences.com
Eastin Grand Sathorn Hotel – Bangkok – Tailândia